© 2015 por VITA NUTRIRE

  • b-facebook
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest Preto Redonda
  • Twitter - Black Circle

Arroz Cateto Integral

13.01.2016

 

O arroz é a base alimentar de cerca de metade da população mundial.

É um alimento muito nutritivo e de fácil digestão, por isso é uma boa opção para pessoas debilitadas e para crianças em fase de desmame.

Auxilia na redução do colesterol, através de seus ácidos graxos, na manutenção da saúde dos intestinos, por sua grande concentração de fibras e de selênio, e no equilíbrio hormonal, através dos fitosteróis presentes nos grãos.

 

Infelizmente muitos dos benefícios citados acima não se aplicam para o arroz branco, pois o processamento para remover a casca e o farelo remove também a maior parte dos nutrientes.

 

Que o arroz integral é mais saudável que o branco, já vem sido falado por especialistas há muito tempo. Mas muitas pessoas ainda não conseguiram substituir o branco pelo integral por vários motivos, um deles é a questão do paladar e outro é porque sentem dificuldade em digerí-lo.

 

Vou apresentar uma receita muito gostosa de arroz integral cateto, que é aquele grão mais gordinho, que acho muito mais saboroso que o agulhinha (o compridinho e mais comum). O arroz cateto, apesar de ser delicioso, é mais difícil de cozinhar. Os grãos são mais duros e exigem mais água e maior tempo de fogo.

 

Esse arroz fica muito perfumado, macio e um pouco agludinado, que eu adoro!

 

Receita de Arroz Cateto Integral

 

Rendimento: 6 porções pequenas

Dificuldade: fácil

Tempo: 8 horas para o molho + 30 minutos para o preparo

 

Ingredientes

 

1 xícara de arroz cateto integral (se for orgânico, melhor)

Água filtrada para o molho

3 xícaras de água para o cozimento

1 cebola pequena picada ou 1 c.c. de gengibre fresco ralado

Azeite ou outro óleo

Sal

 

Modo de Preparo

 

  1. Deixar o arroz de molho por aproximadamente 8 horas em água filtrada. Esse processo ajuda a neutralizar o ácido fítico ou fitato presente nos grãos, que é um fator antinutricional, ou seja, dificulta a absorção de nutrientes pelo organismo.

  2. Refogar a cebola ou o gengibre no azeite.

  3. Acrescentar a água do cozimento.

  4. Escorrer o arroz e acrescentar na panela.

  5. Adicionar o sal.

  6. Colocar em fogo mínimo (quase desligando) e cozinhar até a água secar. Antes de desligar o fogo, conferir se a textura do arroz está macia de acordo com o seu paladar. Se não estiver, acrescentar mais água e continuar o cozimento.

 

 

Dicas

 

  1. Eu descobri que como 1/6 de xícara de arroz (medida do arroz cru) por refeição. Como cozinho a cada dois dias, faço porções de 1/3 de xícara por vez - como somente no almoço. Aconselho você a criar uma rotina culinária organizada, para evitar o desperdício e aumentar a eficiência na cozinha. Teste a quantidade que come por vez para calcular certinho a sua porção e planejar a sua semana.

  2. Aqui em casa eu cozinho às segundas, quartas e sextas. E quando calculo as quantidades já considero a sobra para o dia seguinte. Desta forma, às terças e quintas não preciso me preocupar com a cozinha.

 

Ayurveda

 

Um bom alimento para os três doshas. Um ótimo restaurador do agni se comido em forma de monodieta.

 

Fonte de Pesquisa - Informações Nutricionais

 

Kindersley, Dorling. Mariane Janikian, O livro de receitas da cozinha medicinal: informações essenciais para preparar pratos com alimentos funcionais que beneficiam a saúde, São Paulo: Publifolha, 2014.

Please reload

output_ibuHiD.gif
output_yQJpEW.gif
SIGA-NOS:
POSTS EM DESTAQUE:
Please reload